20 dicas para escolher a melhor creche para seu filho

Oi Mamães…

O tema de hoje não é nada fácil né? A escolha da creche ideal para nossos filhos parece ser uma missão impossível. Ainda mais que normalmente essa decisão vem acompanhada de momentos difíceis como o fim da licença maternidade.

Mas não tem jeito né meninas??? Quase todas as mães mais cedo ou mais tarde passam por isso e o Encontro de Mamães ajuda você com algumas dicas para facilitar na escolha da  creche.

Seguindo essas dicas, tenho certeza que vai ser muito difícil você errar na sua escolha…Então vamos lá:

1 – Referência –  O ideal é você já ter indicações de amigas. Isso vai te ajudar a ficar mais segura. Caso você não tenha nenhuma indicação, vale a pena fazer uma busca na internet e passar em algumas creches para conversar com algumas mamães na porta. Sem pudores. Afinal… Seu maior bem ficará boa parte do dia lá e as mamães realmente gostam de ajudar e com certeza falarão a verdade.

2- Localização – A oferta de creche tem crescido muito. E para não ficarmos loucas com essa busca, vamos eliminando o que não nos adianta. Dispense creche longe da sua casa ou trabalho. Por mais que você goste da creche, a localização pode trazer diversos problemas. Afinal de contas, atravessar a cidade toda com o bebê chorando no carro não é uma das melhores experiências para se passar. Além disso, o bebê sai cansadinho da creche. Em um trajeto muito longo ele pode tirar toda a soneca no carro e ai… bau bau rotina.

Além disso, digo por experiência própria, você vai receber algumas ligações da creche por causa de febre, ou que seu filho está enjoadinho e precisará sair correndo e nada melhor do que está perto da creche.

3- Orçamento – Elimine creches fora do seu orçamento. Na minha busca incessante, eu vi preços variarem absurdamente. Se está fora do orçamento, nem perca seu tempa para não cair em tentação rs.

Essas 3 primeiras dicas são fundamentais para você eliminar algumas creches e só considerar as que realmente atendem às suas necessidades. Caso contrário, essa busca se torna massante.

Pronto, recebi indicações, selecionei as mais perto para mim e que tenho condições de pagar. E agora?

Bem, agora é a fase em que vamos a campo rs.

Faça uma visita nas creches de seu interesse e tire todas as suas dúvidas. E não deixe de observar as seguintes coisas:

4 – Alimentação – Fique atenta para alimentação e se eles possuem alguma flexibilidade para crianças com alergia alimentar, caso seja seu caso.
Importante fazer também as seguintes perguntas: Qual é o horário das refeições? O cardápio é preparado por algum nutricionista? Esse cardápio fica disponível para os pais? O cardápio é saudável? Preciso levar lanche de casa?

5- Amamentação – Se o seu bebê ainda mama no peito, saiba que tem muitas creches que disponibilizam um cantinho para a mamãe amamentar. Vale checar isso em suas visitas.

6 – Número de cuidadoras por bebê – Pergunte quantas cuidadoras tem por bebê. Não há uma regra, mas de acordo com o Conselho Nacional de Educação o ideal é: 1 cuidadora para cuidar de até 3 crianças de um ano. 6 a 8 crianças até 2 anos e de 15 crianças até 3 anos.
Quanto menos crianças por turma melhor.

7Formação das cuidadoras– Importante saber se elas possuem principalmente cursos de primeiros socorros, e se as cuidadoras tem alguma formação especial.

8- Rotina – A soneca é flexível? E a hora das refeições? Para os bebês é importante que eles mantenham a rotina de casa. Portanto é importante que eles tenham liberdade para dormir e comer em horários diferentes de outros bebês.

9 – A hora do soninho– É importante o bebê dormir em berços individuais com a sua própria roupa de cama. Pergunte na escola sobre o funcionamento do envio das roupas de cama.

10 – Atividades propostas – Muito importante saber quais são as atividades disponíveis para cada faixa etária. Muitos pais preferem conciliar todas as atividades na própria escola, pra poupar tempo de deslocamento. Ahh…dê preferência a creches que não faz uso da TV. É importante que a creche tenha atividades lúdicas para fazer com as crianças.

11- Troca de fraldas e banheiros – Importante ver se a creche disponibiliza vasos e pias baixinhos para as crianças. Isso faz com que estimule as crianças a escovarem os dentes e lavarem as mãos com frequência, principalmente após o banheiro e antes das refeições.
Não deixe de perguntar sobre o processo de desfralde. É importante tanto a escola quanto os pais respeitarem o tempo da criança.

12- Banho de sol – Verifique se a creche tem espaço para banho de sol. Um pouquinho de sol diariamente é fundamental pra saúde das crianças.

13- Uniforme – Não deixe de questionar a partir de que idade a criança precisará fazer uso de uniforme e quais os valores a serem cobrados. Uniformes facilitam muito a vida das mamães.

14 – Higiene e segurança – Para mim o principal. Verificar se as crianças possuem acesso fácil a outros ambientes, principalmente escadas. Dê preferencia a creches sem piscina, mas se não tiver opção, verifique se ela é bem isolada e de difícil acesso.
Dê uma olhada na cozinha, e verifique se é limpinha e se as cozinheiras cumprem as normas de higiene (roupa banca, redes no cabelo, etc.). Verifique também se os banheiros estão limpinhos.

15- Doenças – Perguntar quais são os procedimentos que a escola toma em caso de emergência. E em caso de doença? Eles medicam? Eles ligam para os pais? Preferem que a mãe vá buscar? Lembre-se, algumas creches proíbem a frequência de crianças doentes. Mas isso é sinal  que a escola se preocupa com a saúde de suas crianças impedindo a disseminação de doenças.

16- Identificação na portaria – Como se dá identificação dos responsáveis ao entrar na creche? Qualquer um pode pegar a criança? Precisa de alguma autorização?

17 – Férias e feriados – Item importante para mães que trabalham fora. A escola emenda feriado? Para nas férias? Muitas creches só param na semana do natal e ano novo, dando a opção de colônia de férias durante as férias escolares.

18 – Taxas extras – Evite surpresas e questione sobre taxas extras como material, alimentação, cursos de férias, etc.

19 – Fase de adaptação – Como é o processo de adaptação? Você estará presente? É gradual?

20 – Instinto – Não menos importante que as outras dicas. Lembre-se: para você nunca existirá escola perfeita. Portanto, visite quantas vezes for preciso. Nenhuma escola vai te agradar em todos esses itens. Repare se as crianças estão felizes e como são cuidadas. No final, seu instinto que dará a decisão final.

Boa sorte mamães…

Espero que gostem das dicas. A Bela  precisou mudar de creche e tive que fazer essa pesquisa 2 vezes rs. Leiam o post aqui

E qualquer dúvida podem me mandar e-mail.

Compartilhe essas dicas e me conte como foi sua escolha. Bjs.

2 comentários sobre “20 dicas para escolher a melhor creche para seu filho

Deixe um comentário