O PIOR dia da minha vida!

Essa semana fez exatamente 2 anos do pior dia da minha vida.

Acho que nunca contei aqui, mas agora resolvi me abrir e alertar aos pais a importância do cinto de segurança e da cadeirinha de bebê nos automóveis.

Lembro como se fosse hoje. Festa de dia das crianças no trabalho. Bela toda animada. Marina, ainda na barriga no auge dos meus 6 meses de gravidez.

Estávamos as duas (Bela e eu) super empolgadas com a festa. Falamos nisso a semana inteira.

Birra – 7 dicas para lidar com ela

É…a fase do Terrible TWO ou do Terrible quase TWO não é nada fácil.
Se você não sabe o que é…dá uma olhadinha nesse POST que eu fiz quando a Bela estava prestes a fazer 3 anos.

Mas Marina furacão, como vocês sabem já chegou chegando e a sequência de birra começou cedo aqui, com 1 ano e meio. E diferente da Bela, não é só responder e fazer cara feia não. Com Marina furacão o negócio é mais embaixo. Ela se joga no chão, deita de barriga pra cima e fica gritando. E ai de você se ousar encostar nela….o que era ruim fica pior…ela se transforma…quer se soltar do seu braço….se pegar então já era…ela quer se jogar do colo…resumindo: SHOW DE HORRORES…Tudo que eu jurei que filha minha não ia fazer. Mas, como ser mãe é pagar a língua, ela foi lá e fez.

Quando do mundo corporativo me libertei

trabalhar de casa

Um dia qualquer depois da escola

Há 1 ano atrás eu publiquei um dos post que mais fizeram sucesso aqui no Blog: Filho x Carreira – A decisão mais difícil da minha vida!, onde eu conto um pouco sobre meu processo de saída do meu emprego para tocar meus projetos pessoais e profissionais e quem sabe um dia conseguir trabalhar de casa.

Desde então, semanalmente eu recebo dúvidas e comentários de mães, que admiram minha coragem e assim como eu tem vontade de dizer adeus ao mundo corporativo…a bater ponto…e passar mais tempo agarrada nas crias.

Escola Pública x Particular em Portugal – Nossa experiência

Escola Pública em Portugal

Fala pessoal…

 Ufa…

Ano letivo começou aqui em Portugal …e finalmente criançada foi pra escola…

Digo finalmente, pois a Bela já estava na escola lá no Brasil e há 3 meses (desde que chegamos, cá em Portugal) que ela estava em casa. Isso estava me deixando extremamente agoniada.

Marina com 1 ano e 7 meses é menos preocupante. Mas a Bela precisava desse momento. E é claro…que eu também né? Vamos combinar que ficar 3 meses acordando e inventando como distrair as crianças não é nada fácil.

Vida de Expatriado

Há quem ache que a vida de expatriado é fácil.

Há quem ache que por estar na Europa estou livre de todos os problemas existentes.

Não se engane. A mudança é grande. Tudo o que você fazia no seu país de origem de forma cotidiana, se torna um desafio aqui.

Mas que fique claro…estou dizendo que a vida de imigrante é difícil…mas não ruim.

Muitos “nãos” você vai encontrar…por muita saudade você vai passar…e por muitas vezes no primeiro avião ✈️ você vai querer entrar e para o seu país voltar.

Nosso refúgio em Cascais – Lisboa

A única coisa certa na vida de um imigrante, para qualquer lugar que ele vá, são os altos e baixos que ele vai passar.

E aqui não foi diferente.

Como falei no post anterior ” 2 meses em Portugal – Dicas e Experiências “,  é preciso saber lidar com essa enxurrada de sentimentos. Mas quem diz que a gente sabe?

Não, não sabemos…e uma das coisas mais fundamentais para quem está nesse processo de adaptação é o reconhecimento de terreno, da vizinhança.

Lá no seu país você tinha sua cama pra chorar…seu travesseiro para afogar as mágoas. Corria pro colo da amiga em qualquer perrengue não planejado.

2 meses em Portugal – Dicas e Experiências

É galera…

Acabamos de fazer 2 meses aqui em Portugal!!!

Nossa…quantas coisas passamos, quantos erros cometemos e o quanto descobrimos nesse tempo.

Sim, descobrir lugares é legal…faz parte. Mas o que descobrimos vai muito além disso.

Nessa vida de imigrante você se reinventa todo dia…descobre quem são seus verdadeiros amigos (e olha que surpreende hein)…descobre que você é capaz de quebrar seus próprios preconceitos, enfim….você percebe que se você chegou até aqui…..você é capaz de conseguir tudo o que quiser.

Mas não é fácil largar sua pátria e se arriscar em um lugar desconhecido.

Nossa primeira Road Trip – Ericeira – Mafra

E nesse último final de semana foi dia de fazermos nossa primeira road trip.

A correria do dia a dia não nos permitiu fazer antes.

Fomos a Ericeira, uma vila encantadora no concelho de Mafra e há apenas 35 km de Lisboa.

Ericeira é um dos paraísos do surf aqui de Portugal.

Dizem os surfistas que as ondas de Ericeira são “diferentes”.

Realmente é um lugar encantador.

Ficamos em Ribeira D´Ilhas, reserva mundial do surf.

Muito tranquilo para ir com crianças…, mas leve comida, pois o único restaurante que tem é bem carinho.

Rumo ao maior desafio de nossas vidas – Por que Portugal?

E o post mais esperado e pedido saiiuuu…

Todo mundo já sabe da minha vontade de sair do Brasil (se você não sabe, clique aqui que você vai saber). E todo mundo sabe que o Marcus não tinha essa vontade….mas com o tempo passou a ter essa necessidade.

Mas o que ninguém sabe e todo mundo me pergunta é: Por que Portugal?

Bem…vamos lá….

Acreditem….eu NUNCA tive vontade de conhecer Portugal, até…. conhecer Portugal.

Não sei explicar…mas Portugal nunca me encheu os olhos.

Acho que por ele ser tão parecido com o Brasil….sei lá….eu achava isso.

Saindo do Brasil – A saudade dos que AINDA não deixamos

Sei que no último post em que falei de todo o processo de planejamento pra nossa saída do Brasil (clique aqui pra ver) eu havia prometido falar sobre a nossa primeira viagem para Portugal..

Mas…

Diante de tanta novidade…sei que a mais difícil será ela…a SAUDADE.
Eita sentimento bonito de escrever mas tão difícil de se viver. E por isso que resolvi dar lugar a ela hoje no blog.
Diante de tanto aperto, acho que é o melhor que eu tinha a fazer.

%d blogueiros gostam disto: