Nosso refúgio em Cascais – Lisboa

A única coisa certa na vida de um imigrante, para qualquer lugar que ele vá, são os altos e baixos que ele vai passar.

E aqui não foi diferente.

Como falei no post anterior ” 2 meses em Portugal – Dicas e Experiências “,  é preciso saber lidar com essa enxurrada de sentimentos. Mas quem diz que a gente sabe?

Não, não sabemos…e uma das coisas mais fundamentais para quem está nesse processo de adaptação é o reconhecimento de terreno, da vizinhança.

Lá no seu país você tinha sua cama pra chorar…seu travesseiro para afogar as mágoas. Corria pro colo da amiga em qualquer perrengue não planejado.

2 meses em Portugal – Dicas e Experiências

É galera…

Acabamos de fazer 2 meses aqui em Portugal!!!

Nossa…quantas coisas passamos, quantos erros cometemos e o quanto descobrimos nesse tempo.

Sim, descobrir lugares é legal…faz parte. Mas o que descobrimos vai muito além disso.

Nessa vida de imigrante você se reinventa todo dia…descobre quem são seus verdadeiros amigos (e olha que surpreende hein)…descobre que você é capaz de quebrar seus próprios preconceitos, enfim….você percebe que se você chegou até aqui…..você é capaz de conseguir tudo o que quiser.

Mas não é fácil largar sua pátria e se arriscar em um lugar desconhecido.

Nossa primeira Road Trip – Ericeira – Mafra

E nesse último final de semana foi dia de fazermos nossa primeira road trip.

A correria do dia a dia não nos permitiu fazer antes.

Fomos a Ericeira, uma vila encantadora no concelho de Mafra e há apenas 35 km de Lisboa.

Ericeira é um dos paraísos do surf aqui de Portugal.

Dizem os surfistas que as ondas de Ericeira são “diferentes”.

Realmente é um lugar encantador.

Ficamos em Ribeira D´Ilhas, reserva mundial do surf.

Muito tranquilo para ir com crianças…, mas leve comida, pois o único restaurante que tem é bem carinho.

Rumo ao maior desafio de nossas vidas – Por que Portugal?

E o post mais esperado e pedido saiiuuu…

Todo mundo já sabe da minha vontade de sair do Brasil (se você não sabe, clique aqui que você vai saber). E todo mundo sabe que o Marcus não tinha essa vontade….mas com o tempo passou a ter essa necessidade.

Mas o que ninguém sabe e todo mundo me pergunta é: Por que Portugal?

Bem…vamos lá….

Acreditem….eu NUNCA tive vontade de conhecer Portugal, até…. conhecer Portugal.

Não sei explicar…mas Portugal nunca me encheu os olhos.

Acho que por ele ser tão parecido com o Brasil….sei lá….eu achava isso.

Saindo do Brasil – A saudade dos que AINDA não deixamos

Sei que no último post em que falei de todo o processo de planejamento pra nossa saída do Brasil (clique aqui pra ver) eu havia prometido falar sobre a nossa primeira viagem para Portugal..

Mas…

Diante de tanta novidade…sei que a mais difícil será ela…a SAUDADE.
Eita sentimento bonito de escrever mas tão difícil de se viver. E por isso que resolvi dar lugar a ela hoje no blog.
Diante de tanto aperto, acho que é o melhor que eu tinha a fazer.

Rumo ao maior desafio de nossas vidas – Portugal-E agora?

“E agora estamos aqui…há um mês de realizar nosso sonho. De transformar nossas vidas.

O destino escolhido? Portugal”

E foi assim que acabou o primeiro post em que eu conto como se deu a nossa decisão em sair do país. (Se você não leu….não deixe de clicar aqui).

Mas e agora? Por onde começar? O que fazer?

Eu de licença maternidade…com uma filha de 3 anos e uma recém nascida em casa.

Marcus trabalhando que nem um louco.

Já sabíamos que para uma mudança desse porte dar certo só há 2 coisas essenciais: PLANEJAMENTO e VONTADE.

Rumo ao maior desafio de nossas vidas – A realização de um sonho

Ah…finalmente esse post saiu.

Estava muito ansiosa pra escrever ele. Queria que ele saísse perfeito. Mas de tanto buscar a perfeição, ficava enrolando, enrolando…então resolvi pegar o computador…e começar a escrever…e deixar a emoção me guiar.

Então vamos lá.

Vou contar um pouco da nossa mudança de pensamento desde que as meninas nasceram, até a grande tomada de decisão que mudará nossas vidas completamente.

Há quem diga que filhos são obstáculos para realização de nossos sonhos e projetos pessoais. Mas aqui em casa foi diferente. Não sei explicar. Parece que o nascimento das meninas foi um impulsionador (sei lá se existe essa palavra) na nossa busca desenfreada de conquistas pessoais.

Os meus maiores medos na gravidez

Quando engravidamos, principalmente se for a primeira gravidez, uma enxurrada de dúvidas tomam conta da gente.

Aí o que acontece? Corremos pra onde? Dr. GOOGLE é claro (sim…temos um obstetra, mas sempre apelamos para o GOOGLE para tirarmos nossas dúvidas, é ou não é verdade?) e aí já era. Uma notícia puxa a outra, e você começa a ver as coisas mais bizarras da face da terra, e o pior….você começa a sentir todas aquelas coisas que você cismou que tem…mas em 90% dos casos não tem.

Minha experiência com o colar de âmbar!

Se você é mãe de criança, provavelmente já ouviu falar no Colar de Âmbar, certo?

Se não ouviu, provavelmente já viu no pescoço de vários bebês, aquele colar super estiloso, na cor caramelo, feito com várias pedrinhas. Com certeza já viu né?

Esse colar é chamado colar de âmbar do mar báltico.

Muito vemos na internet sobre informações técnicas desse colar. Mas pouco vemos de experiências de mães relatando se deu certo ou não com seus bebês.

Desacelere…Por você…Por eles…

A vida ligada no piloto automático blinda nossa visão, impedindo que enxerguemos as coisas na sua essência e nos entreguemos por inteiro no momento.

Quantos dias você não acorda pensando no que dar de café da manhã para as crianças, na roupa que tem que ir pro trabalho ou na conta que tem que pagar?!

Ok! Você deu o café da manhã… saiu pra trabalhar com aquela roupa que você ficou montando na sua mente. Pagou sua conta. E agora? Qual vai ser o almoço delas? E o meu? Putz tenho que ir no mercado… E o relatório pro chefe? Vou fazer antes ou depois da reunião? Putz mas hoje eu tenho reunião na escola! Como vou fazer? Amanhã chego mais cedo… ou não… saio mais tarde, é melhor…

%d blogueiros gostam disto: