Cama compartilhada. Certo ou errado?

Depois que engravidamos, sabemos que muita coisa na nossa vida vai mudar. Mas não temos noção que o sono é a principal delas (eu pelo menos não sabia rs).

Sempre achava que era exagero quando as pessoas falavam que depois que o filho nasce, o sono não é mais o mesmo. Paguei pela língua e confesso que nunca mais dormi como antes mesmo.

Diante desse cenário, muitas famílias optam pela cama compartilhada. Algumas pela praticidade na hora da amamentação durante a madrugada e outra simplesmente pelo fato da proximidade com o bebê.

Eu mesma, sempre enchi a boca pra dizer que filho meu ia dormir no quartinho dele desde cedo, pois uma das coisas que mais prezo na vida é o meu sono rsrsrs

O fato é que na primeira cólica da Bela, acabei cedendo e ela já dormiu na nossa cama. Mas posso dizer que aqui somos tranquilos quanto a isso. Não temos uma regra. Deu saudade….deu vontade de dormir junto, deixamos ela na nossa cama. Quando queremos dormir um pouco melhor, deixamos ela no quartinho dela. E nunca tivemos problema

Talvez por não ter uma regra, as coisas tenham sido mais fáceis.

O fato é que não existe certo e errado.
Cada família sabe o que é melhor para si. Cada casal tem uma forma de criar e temos sempre que respeitar.

Uma coisa que aprendi nesses 2 anos e 3 meses de mãe de primeira viagem é que na educação dos filhos não há certo e errado e sim que há famílias com formas de pensar e valores diferentes e que não devemos julgar.

Mas venhamos e convenhamos…é muito bom dormir do lado deles né? Mesmo que no dia seguinte a gente acabe se arrependendo por ter dormido só na pontinha da cama e ficando toda quebrada.

Deixe um comentário