Confessionário

O primeiro ano do bebê também é o primeiro ano de uma mãe

“Quando nasce um bebê, também nasce uma mãe.”

E não tem frase melhor para retratar esse primeiro momento da maternidade: o primeiro ano de vida do bebê.

Não adianta cursos, não adianta livros e não importa quantos filhos você tenha, cada bebê é único e é no primeiro ano de vida que você aprende a ser mãe e ele filho.

É nesse ano que o bebê mais demanda da sua mãe. Mesmo dando sorte, como eu, de ter um marido super participativo e pais que me ajudam muito, não adianta, nessa fase é a mãe ou a mãe.

Campanha Contra o Aborto x Legalização do Aborto

Barriga-de-grávida-600x392

Oi Gente…

Demorei pra falar do tão polêmico tema que rondou as redes sociais essas últimas semanas né?  Mas hoje me senti preparada para falar.

Sei que vai ter gente super a favor, mas sei também que muitas opiniões serão contrárias a minha. Mas vale ressaltar que essa é minha opinião. Não é uma verdade absoluta. É somente o que eu acho.

Para quem não sabe e não está dentro desse meio virtual, tudo começou com uma campanha contra o aborto, em que algumas mamães colocaram fotos de suas barrigas de grávida, se dizendo contra o aborto. De repente, veio uma avalanche de pessoas se dizendo contra à campanha, afirmando que é uma campanha sem propósito e que eram a favor da legalização do aborto.

Terrible Two…Como lidar?

terrible two

A Bela era uma menina calma, super pacífica. Não reclamava de nada.

Colocar a fralda era com ela mesmo…ficava quietinha brincando comigo. O banho então….era uma festa. Trocar de roupa ela adorava. Levantava o bracinho bonitinha pra eu colocar.

Sapato? Começou a colocar sozinha e quando não conseguia vinha até mim pedindo ajuda.

Mas da noite para o dia, toda essa calmaria passou e começaram os “NÃOS”.

Vamos tomar banho bela? NÃO QUERO TOMAR BANHO (isso mesmo…achando que tinha alguma autoridade). Bela, vamos colocar a roupinha…” NÃO VOU COLOCAR A ROUPINHA”… e assim por diante.

#ficasamantha

samnhtha

Gente,

Acabei de ver no blog Look Bebê a respeito do caso da menina Samantha.

Confesso que é difícil um caso desses me chamar atenção. Mas como partiu de um blog que acompanho há algum tempo e sei da seriedade, resolvi me inteirar do assunto.

Diz respeito a publicitária Flávia que morava nos EUA com seu marido, também brasileiro e tiveram uma filha, com dupla nacionalidade, já que nasceu lá, a Samantha.

Samantha nasceu em 2008 e logo após seu nascimento, Flávia acusou seu marido de ser violento e começou então um processo de divórcio bem complicado.

Estou grávida…Mas a ficha não caiu!

teste-de

Gente,

Semana passada recebi uma das melhores notícias que poderia receber de final de ano. Minha melhor amiga, madrinha de consagração da Bela descobriu que está gravidíssima.

Fiquei muiittooo feliz com a notícia. Um bebê é sempre muito bem vindo, ainda mais quando é de uma pessoa que amamos.

Mas, na nossa primeira conversa por telefone (que confesso que estou em falta, com essa correria do dia a dia), a primeira coisa que ela me falou foi que a ficha ainda não tinha caído.

E comecei a fazer uma retrospectiva e lembrar da minha gravidez.

15 Coisas que toda mãe de primeira viagem precisa saber

15 Coisas que toda mãe de primeira viagem precisa saber

Quando engravidamos, um turbilhão de emoções aprecem: ansiedade, felicidade, preocupação, etc…e junto com elas um monte de dúvidas.

Não sei pegar um recém nascido! Será que serei uma boa mãe? Minha vida vai parar? Será que vou conseguir?

Essas perguntas começam a surgir bem no finalzinho da gravidez, perto do parto…quando a ficha começa a cair.

Mas calma mamães….tudo se encaixa com o tempo.

Abaixo segue um resumo do que toda mamãe de primeira viagem precisa saber antes do filho nascer:

O pior dia da minha vida!

Estava eu pensando aqui no que escrever no Blog e não sei porque me veio em mente o pior dia da minha vida: O dia em que a Bela caiu da minha cama com apenas 6 meses de idade.

Acho que pode servir de alerta para as mamães e futuras mamães.

Isso mesmo, a Bela caiu da minha cama, que era uma cama BOX, ou seja, beeemmm alta com apenas 6 meses de idade.

Tínhamos acabado de chegar da rua.
Eu trazia um lanche e estava morrendo de fome e ao chegar, coloquei a Bela para dormir na minha cama (como sempre fazia e faço até hoje).

A difícil arte de educar – Parte I

Como o objetivo do blog é mostrar a vida real e não a vida perfeita, preciso relatar o que aconteceu hoje de manhã.

A Bela está na sua fase mais difícil. Muito carinhosa quando quer, mas quando não quer….sai de baixo.

Ontem a noite estava cheia de amores: Mamãe te amo pra cá….mamãe te amo pra lá. Hoje no banho a mesma coisa. Me ajudou a lavar meu cabelo e ainda disse: “Mamãe…seu cabelo tá lindo…adoreiiiii”. Resumindo: Uma Lady.

Mas, foi só eu falar a frase mágica: “Bela, arruma os brinquedos que vamos sair”

Cama compartilhada. Certo ou errado?

Cama compartilhada. Certo ou errado?

Depois que engravidamos, sabemos que muita coisa na nossa vida vai mudar. Mas não temos noção que o sono é a principal delas (eu pelo menos não sabia rs).

Sempre achava que era exagero quando as pessoas falavam que depois que o filho nasce, o sono não é mais o mesmo. Paguei pela língua e confesso que nunca mais dormi como antes mesmo.

Diante desse cenário, muitas famílias optam pela cama compartilhada. Algumas pela praticidade na hora da amamentação durante a madrugada e outra simplesmente pelo fato da proximidade com o bebê.