Devo parar de trabalhar para cuidar dos filhos?

mulher-polvo2

Bem…

Vamos lá…

Esse é um assunto complexo que atormenta a maioria das mamães.

Quem não gostaria de poder fazer seu horário, ou trabalhar meio período e se dedicar a outra parte do dia aos filhos? Esse seria o mundo ideal né? Conciliar carreira e filhos.

Mas não é a minha realidade e nem a realidade da maioria das pessoas.

Quem tem me acompanhado, viu que há pouco menos de um mês larguei tudo para cuidar das  minhas filhas (quem não viu, pode ver aqui como se deu esse processo).

Não foi uma decisão fácil e não tem sido uma rotina fácil.

A decisão de abandonar o emprego para se dedicar aos filhos é uma decisão muito pessoal. Devemos levar em conta o momento da carreira em que estamos, a renda da família e o seu perfil.

Longe de mim dizer o que é certo ou errado. Aliás…não existe certo nem errado quando nós falamos de maternidade. O que existe é o que se aplica melhor a sua família. Que não necessariamente é o melhor para a família dos outros.

Não sou a dona da verdade, mas tenho as duas experiências.

A experiência de quem trabalhou muito durante os 4 anos de vida da filha mais velha, em uma rotina desgastante em que muitas vezes chegava em casa chorando por ela estar dormindo. E uma rotina recente, de quem está se adaptando a nova fase de se dedicar 100% aos filhos.

Portanto, vou listar aqui algumas coisas que tenho percebido nesse tempo que estou em casa e quem sabe posso ajudar alguma mamãe que passa por esse dilema.

1 – Ficar em casa cuidando dos filhos é muito mais cansativo do que horas da  reunião mais chata do mundo. Ainda mais na fase da Isabela, que tira as coisas e não guarda no lugar e a cada 5 minutos pede alguma coisa pra comer. Portanto se você, assim como eu, não tem uma empregada várias vezes na semana para te ajudar, vai ralar muito e acabar o dia morta com farofa rs.

2 – Apesar do item 1 ser assustador, rs, você vai deitar na cama com a sensação de dever cumprido. Você vai sentir um orgulho tremendo de você. Sim, você é capaz de fazer tudo sozinha (e olha que aqui são duas…e uma é da pá virada). Foi você que cuidou de cada detalhezinho da educação deles e no final do dia não tem sensação melhor.

3 – Não…você não vai se sentir menos culpada porque você está ficando em casa. Aliás, isso já vem no pacote da maternidade rs. Culpa é uma coisa que todas as mães carregam e eu tenho carregado muito aqui. Aliás, ficando em casa a culpa só aumenta, Você está do lado daquelas criaturinhas tão fofas e às vezes não pode dar a atenção que elas merecem. Você tem roupa pra lavar, comida pra fazer…post para escrever rs.

4 – Você vai sentir falta do seu dinheiro quando olhar aquele sapato MARA na vitrine e não poder comprar. Ou faz como eu, pede tudo o que você quer e não pode comprar, de aniversário para o marido, pais, avó.

5 – Você vai descobri um montão de habilidades em casa que você não achava que não tinha: cozinhar, lavar, arrumar e até mudar a alimentação rs. Agora estou mais presente e tudo é exemplo.

6 – Vai se dar conta que as prioridades mudam e arrumar a casa 38765124 vezes por dia não será uma delas. A casa continuará bagunçada e a solução é arrumar só depois que elas dormem.(Esse item aprendi na marra, na primeira semana rs).

7 – Ahhh a paciência. Esse item dá um post inteirinho só dele. Sabe aquele chefe chato, que te importuna? Que pede as coisas nas horas mais erradas e você tem vontade de voar no pescoço e não pode? Pois é….você vai se sentir assim em casa também. Só vai mudar os autores da pertubação rs.

8 – Tempo? Isso não existe. Se você faz mil planos achando que ficando em casa vai sobrar tempo pra ver sua novela, tomar aquela banho demorado e ler aquele livro que você tanto quer. Esquece. Pelo menos aqui tudo está mais corrido. No trabalho entre uma reunião e outra, ou no almoço eu conseguia resolver todos as minhas pendências com tranquilidade. Agora tá complicado rs.

9 – Vai perceber que a maternidade era bem mais fácil quando você trabalhava fora e pegava seu filho na creche ou na casa da vovó de bainho tomado e jantado.

10 – Último item, e que faz todos os outros acima valerem a pena: Você vai acompanhar todo o desenvolvimento deles de pertinho. Você que está lá presente. Foi você que educou e está formando a personalidade deles…e não tem prazer maior no mundo.

Como vocês podem ver, não é fácil. Mas é muito compensador.

A nossa vida muda radicalmente. Você literalmente vive pra eles.

E assim vamos levando, um dia de cada vez  e quando eu achar que está na hora, vou voltar ao batente, pois sei que essa fase é temporária.

E você conhece alguém que está passando por esse dilema? Compartilhe e ajude uma mamãe a tomar essa decisão tão difícil.

Siga a gente também no instagram: @encontrodemamaes

 

 

4 comentários sobre “Devo parar de trabalhar para cuidar dos filhos?

  1. Marcela

    não li o seu texto.. “devorei” seu texto! muito bem escrito e pertinente c a realidade! tb fico em casa c os filhotes e que belo retrato da vida vc elaborou. um texto leve divertido gostoso de ler!

  2. encontrodemamaes Autor da Postagem

    Oi Marcela,
    Fico muito feliz que tenha gostado.
    Muito bom ter nosso trabalho reconhecido e conseguir alcançar as pessoas.
    Lá no instagram eu mostro um pouco dessa minha rotina bagunçada com 2 crianças rs. Segue lá : @encontrodemamaes

    Beijinhos

Deixe um comentário