A primeira semana de uma recém dona de casa

dona-de-casa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oi Gente…

Tudo bem?

Nossa…fiquei tão feliz com a repercussão do último post (Filho x Carreira – A decisão mais difícil da minha vida!) que resolvi contar um pouco de como está sendo essa primeira semana em casa, afinal de contas, trabalho (ou melhor rs…trabalhava)na minha área desde os meus 18 anos.

Não rs…minha vida não está sendo esse mar de flores da foto acima. Maridinho chegando em casa e eu arrumadinha com comida feita. Marido chega em casa, a casa está uma zona, eu com a roupa da manhã e a janta não tem. Mas nada como um dia após o outro e nada como o tempo para tudo se encaixar.

Confesso que no primeiro dia fiquei bem perdida, me questionando se eu havia tomado a decisão correta. Mas não me apeguei muito a isso e nem me coloquei pra baixo, afinal de contas, era apenas o primeiro dia de muitos e tudo tem seu tempo de adaptação.

Optei por tirar esse primeiro dia para mim e para as meninas. Levei a Bela na escola, voltei, fiquei curtindo a Marina, dei o banho, o almoço, brinquei, coloquei para tirar o cochilo da tarde e aí bateu aquela deprezinha: todos os seus amigos trabalhando e você em casa,
Mas passou logo que ela acordou rs… Aí veio o lanche, mais brincadeira, a janta e já estava na hora de pegar a Bela na escola.

No dia seguinte a super mamis (minnha mãe) já se mostrou presente e começou a agitar as coisas e os preparativos do batizado da Marininha (em breve um post sobre ele) e aí tudo fluiu mais fácil. Muita coisa para organizar e pensar. Além de ter que resolver as questões burocráticas na empresa.

Bem…recebi algumas mensagens depois do post. Alguns me chamavam de louca. Outros me chamavam de corajosa. Outros me apoiaram muito nessa decisão e pensam em fazer o mesmo.

Quero deixar claro que essa decisão não foi tomada do dia para a noite. Foi muito bem pensada e colocada no papel os prós e contras que isso me traria, tanto para o lado pessoal, financeiro e emocional.

Além disso, não larguei tudo simplesmente para ficar em casa de pernas para o ar dormindo e vendo TV. Larguei tudo primeiro para ficar um tempo com as meninas (quem leu o post anterior sabe que me arrependo muito do tempo perdido com a Bela e que dinheiro nenhum no mundo trará de volta e não quero cometer o mesmo com a Marina) e depois , pois tinha alguns projetos pessoais que gostaria de tocar….e o mais importante deles: SER FELIZ.

Não é fácil…Não está sendo fácil e a primeira coisa que tem que se ter em mente é: “Você não está de férias” e essa primeira semana é fundamental para tentar estipular uma mudança na sua rotina e seguir em frente…e é isso que tenho feito. Pelo menos tentado rs, pois com criança em casa não dá para se programar muita coisa.

A parte da manhã é toda dedicada as meninas e durante o soninho da tarde da Marina eu pego o meu computador e começo a agilizar as minhas coisas.

A partir da semana que vem a Bela não ficará mais no integral e isso vai mudar um pouco nossa rotina. Vamos ver como ficará…mas isso é papo para outro post. Agora tento levar a vida de uma forma mais leve, sem muitas cobranças e stress. Vivendo um dia de cada vez.

Sempre soube que o ser humano é super adaptável…semana que vem, com meu furacãozinho mais velho em casa, a gente começa a se ajustar a uma nova rotina.

Gostou? Curte e Compartilha.

Quer saber mais? Pode mandar mensagens nos comentários. Se quiser, pode mandar dicas de posts. Vou adorar escrever.

Deixe um comentário