Praia de Santa Marta

Nosso refúgio em Cascais – Lisboa

A única coisa certa na vida de um imigrante, para qualquer lugar que ele vá, são os altos e baixos que ele vai passar.

E aqui não foi diferente.

Como falei no post anterior ” 2 meses em Portugal – Dicas e Experiências “,  é preciso saber lidar com essa enxurrada de sentimentos. Mas quem diz que a gente sabe?

Não, não sabemos…e uma das coisas mais fundamentais para quem está nesse processo de adaptação é o reconhecimento de terreno, da vizinhança.

Lá no seu país você tinha sua cama pra chorar…seu travesseiro para afogar as mágoas. Corria pro colo da amiga em qualquer perrengue não planejado.